segunda-feira, 20 de março de 2017

Trinta

video

É apenas mais um ano? É!
É apenas um número? É!
É apenas um aniversário? É!
É apenas mais uma pessoa a fazer trinta anos? É!
São apenas trinta? São!

Mas são os MEUS trinta! São trinta anos de vida... trinta anos a conhecer pessoas fantásticas... sejam elas de sempre ou recentes, família ou trabalho... são os que, se ficaram até hoje, muito provavelmente ficam para sempre, são os que, se quis ter presentes, são essenciais! E claro, as minhas pessoas, aquelas que conhecem o melhor e o pior de mim, aquelas que tanto me completam
Todas elas, pessoas que moldaram a mulher que sou hoje! 

E assim cheguei aos 30... rodeada das pessoas fabulosas, com imensas mensagens de carinho e sentindo a presença dos que estão longe (porque mesmo na impossibilidade de estarem presentes, estiveram no meu coração o tempo todo, porque se fazem sentir!)

Não há palavras para descrever o quão grata sou por ter na minha vida tanta gente que gosta de mim, não há palavras para descrever o carinho que senti estes dias, para vos demonstrar o quão importante são... estou de coração cheio!

Cada abraço, cada beijo, cada mensagem, cada brinde foi sentido com uma felicidade imensa... 

Obrigada, obrigada e 30 vezes mais OBRIGADA!

Mais sentido que nunca: life is pink and tastes like chocolate!!

/by Mrs Pink


sábado, 3 de maio de 2014

A minha mãe


A minha mãe é uma mulher de armas... assume desafios com facilidade e perante reveses simplesmente redobra os esforços e permanece sempre confiante, superando obstáculos com uma rara habilidade.

A minha mãe é muito generosa, gentil e carinhosa (apesar do nome tão "doloroso").

A minha mãe é a primeira (e mais energética) a levantar-se e a última a deitar-se, é incapaz de se acomodar... tem bicho de carpinteiro!

A minha mãe sempre confiou em mim... por isso nunca lhe menti, se fazia ou ia fazer, dizia-lhe! 

A minha mãe é uma festa com pernas, nunca ninguém está triste ao lado dela.

A minha mãe primeiro repreende e depois dá tudo.

A minha mãe tem um coração mole... damos-lhe sempre a volta!

A minha mãe nunca andou atrás de mim para me amparar quedas, mas estava lá sempre para ajudar a limpar as feridas (depois do sermão :P).

A minha mãe deu as palmadas certas nos momentos certos (só se perderam as que caíram ao chão).

A minha mãe ensina a fazer, fazendo (e nós adoramos)!

A minha mãe sempre pensou em nós primeiro.

A minha mãe com a minha idade já era casada e mãe (aos 12 já trabalhava e aos 19 já era independente), já não tinha mãe nem avós e acabara de perder o pai (apercebo-me que tenho muita sorte, tenho os meus pais e não imagino sequer o que é uma vida dura e árdua).

A minha mãe fala muito... muito e alto (puxei isto de algum lado)!

A minha mãe não tem medo de nada... nem de bichos (nestes casos ela manda um salto, solta um comboio de %$&#$%&% e fatia a bicha com o que tiver à mão)!

A minha mãe é forte... em todos os sentidos, mas sempre fiquei admirada com a sua força interior! (além disso, não dramatiza quando se corta, nunca nada está quente demais, nunca nada é pesado demais, ...)

A minha mãe não nos atende o telefone com "filhota, como estás?", atende sim com "então o que é que tu queres?" ... o que nós adoramos porque é conversa genuína.

A minha mãe é dá-me o que tem e se não tiver, arranja!

A minha mãe e eu já nos chateámos muitas vezes... mas nunca durou mais que 5 minutos para já nos estarmos a rir!

A minha mãe é o total oposto da inércia, nunca a vi sentadinha no sofá a ler um livro, a ver um filme ou qualquer outra coisa de lazer caso houvesse algo para fazer em casa... se não houver nada para fazer (porque ela já tinha feito tudo) ela inventa de certeza!

A minha mãe é maravilhosa... e acho que nunca lho disse assim mesmo! (nós também não temos jeito nenhum para essas conversas :P)

Somos assim desapegadas... não precisamos de beijinhos e abracinhos... precisamos de nos sentir nós mesmas sem precisarmos de falar, precisamos que a nossa mãe já saiba sem perguntar (e ela sabe sempre)...

Sabemos que ela está lá sempre... com o seu jeito único. Dessa forma que nos habituou, amarmos sem dependermos... 

Um dia quero ser como a minha mãe... ou pelo menos metade da mulher que ela é...

A minha mãe é assim, a melhor e maior mãe do mundo!

E neste Dia da Mãe (o primeiro que já não estou a 100% debaixo da tua asa) achei que era uma boa forma de saberes o quanto gosto de ti!

/by Mrs Pink®

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Concepts (happiness)


Yesterday I woke up with a feeling of happiness ... not my own and personal happiness, I was happy but it was a greater feeling than it usually is! That feeling when you are happy, because of someone's else happiness... is something so spectacular (...) it was a regular day, like so many others, except for one or other thing, but that feeling I woke up with was there... I can't explain how or why but my subconsciousness kept it all day long!

... I like to believe I was supposed to feel this way yesterday, I like to believe it had a special meaning ...

By the end of the day, even without thinking about it, a simple moment, a simple conversation made that feeling return ... much more stronger than when I woke up and everything made sense ... "Feeling happy for other people's happiness increases your own happiness." :)

It's so good when people want you to share and know about their happiness, isn't it?!

/by Mrs Pink
 
Life is Pink. Design by Exotic Mommie. Illustraion By DaPino